Desola-dor

A dor pode ser filha da puta
Te isola
E desola
Em uma solidão absurda.

Escrevo para tentar acalmá-la
Pois não se pode neste mundo ser
Sem dores, uma alma.

Lembranças

As lembranças me causaram mal-estar

Assim que senti teu perfume no ar.

Tuas palavras bonitas

E tua indiferença que maltrata

É o breu que me alimenta

Me impede, me atormenta.

Fico presa à ti

Teu cheiro

Teus desejos

Beijos

Tua imagem que cravou em minha cabeça

Mas por favor, desapareça!

(Fonte: untrusts, via frownful)

Êtiam, ou Maitê

Escrevi meu nome ao contrário

"Eu te amo", dizia

Seria extraordinário

Não fosse a tristeza que trazia.

(Fonte: extrasad, via frownful)

(Fonte: omnics, via ithinkitsreal)

Desejo de outro mundo

"Não sou o que tu procuras"

Ela sussurrava

E nas paredes desenhava

As mais belas conjunturas

Perdeu-se então

No desejo mais profundo:

Conquistar os braços em questão

Nem que seja em outro mundo.

Call it magic

Chamaria de feitiço

Até mesmo bruxaria

Esse vazio sem sentido

Que sua presença faria

Não sei mais distinguir a realidade

Sei que nosso momento talvez não exista

E que posso morrer de ansiedade

Mas o que posso fazer se seu olhar me conquista?

Pensar em você me deixa sadista.

(Fonte: over-there, via mookat)

blissbeau:

triple-six-kicks:

"I don’t love him but he’s here and you aren’t"

This hit me like a fucking train

(via areyoushoree)

(via tortureme)

(Fonte: ploaix, via morbid-twat)